22 de abr de 2012

Luz,pipoca & ação: Escritores da Liberdade


Aposto que metade das pessoas que vão ler isso tem vontade de estrangular algum professor ou muitos estou certa?Certissima!Mais se engana quem pensa que por eu odiar alguns(alguma) professores eu não respeite o trabalho deles,a vamos lá gente eles nos dão bronca,gritam com a gente,alguns são até mal educados...Mais sera que a gente não ve pelo lado deles?Eles ouvem mais de 20 pessoas falando ao mesmo tempo,aturam mal criações e mesmo assim todo dia eles estão lá prontos para ensinar oque é y+z ou até onde se diferencia um verbo do outro.Mais algumas escolas sofrem muito com problemas alunos e professores e esse filme é um exemplo de verdade pra mostrar que os professores são sim algo muito util e nescessario durante boa parte da nossa vida ou talvez até toda ela,porque lá pra frente voces vão agradecer a eles,vão sim.



Este filme é baseado em fatos reais e conta a história da professora Erin Gruwell ao começar a lecionar a turma 203 do 2º grau no Colégio Wilson. Após sua primeira aula, Erin percebe que a educação naquela escola não era como ela tinha imaginado.
Sua turma, assim como toda a escola, é heterogênea, dividida em gangues e etnias, ocorrendo, então, muitas desavenças e brigas violentas. Mesmo um pouco decepcionada ao descobrir o desinteresse dos alunos pela aula, ela não desiste de tentar superar as barreiras ali encontradas. A professora G, como também era chamada pelos alunos, começa a utilizar características comuns às vidas deles para lhes ensinar a matéria, fazendo com que eles se interessem um pouco mais. Também faz algumas atividades que acabam tocando suas consciências. Um dos projetos de Erin era que seus alunos lessem “O Diário de Anne Frank” e que, após a leitura, fizessem seu próprio diário, contando tudo que quisessem: seus sentimentos, pensamentos, o que já havia se passado na vida deles, o que sonhavam. Ao ler seus diários, Erin apenas reforçou sua decisão de não desistir de seus alunos. Quando soube que a escola não emprestaria os livros aos alunos, arrumou um segundo emprego para poder comprar os livros para sua turma. Sem nenhum apoio da diretoria da escola ou de outros professores, resolveu agir sozinha, começando um terceiro emprego, para tentar conseguir recursos para viagens culturais.(Fonte)

E mais uma vez os filmes provam que tudo que as cameras filmes podem sim ser reais,o filme baseado em uma historia real mostra o verdadeiro lado de muitas escolas de "suburbio" das cidades americanas e algumas vezes até brasileiras,mais uma lição que eu tirei desse filme foi que você pode julgar uma professora o quanto quiser,mais no final você vai olhar pra tras e vai agradecer a ela todos os sacrificios que ela fez por você,pela sua turma e por muitas outras.Eu super recomendo esse filme,então bora assistir?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1- Não escreva somente "seguindo,segue de volta?", expresse sua opinião sobre a postagem e o blog.
2- Deixe o link do seu blog para que possamos retribuir a visita.
3- Não,não aceitamos mais selinhos e tags.
4- Agradecemos pela visita, não se esqueça de curtir a FanPage do Blog e volte sempre.

Contato: stopnow.paradaobrigatoria@gmail.com
Twitter: @ParadaStopNow, @yepIsabella e @Priibs_
FanPage: facebook.com/ParadaObrigatoriaBlog